segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

PARÁ




Pará - origem do nome

Do termo tupi  pa’ra, que significa mar, designação do braço direito do Amazonas, engrossado pelas águas do Tocantins



Como Jáder  Barbalho foi o deputado federal mais votado no Pará nas últimas eleições, esta página se inicia com uma  'homenagem'  a seus 311.526  eleitores:  uma entrevista com o Élcio, repórter do  Kibi Loco.  

Um teste para ver se nos identificamos com os entrevistados  por ele: É só clicar http://www.youtube.com/watch?v=yWzH0YT4TMc

Caso tenha passado no teste, ajude seus amigos antes das eleições deste ano, lhes oferecendo as duas listas abaixo (uma delas com nome dos parlamentares  que têm a ficha oficialmente suja).   Em breve,  haverá ao lado dos nomes o  ano em que cada um deles se aboletou na política. 

O Estado do Pará, terra de um dos maiores canalhas da política nacional, depende apenas de seus  eleitores, embora eles não acreditem nisso.  Se você tem algum conhecido que não se importa com o país, mostre a ele que não precisa ser patriota. Basta que tenha respeito por si próprio. Que ele, na hora de votar, imagine o que deve pensar um desses pilantras ao saber que foi eleito mais uma vez.  Para o político salafrário, nada melhor do que representar um povo idiotizado.


PARAENSES, NÃO DEIXEM DE DISTRIBUIR AS LISTAS ABAIXO A SEUS CONHECIDOS - AO MENOS UMA - E PEÇA QUE ELES FAÇAM O MESMO.  DEPOIS ACOMPANHEM O RESULTADO DAS URNAS EM 2010, COMO SE ESTIVESSEM  ACOMPANHANDO O RESULTADO DA COMPETIÇÃO QUE MAIS GOSTAM . 

TROQUEM A VERGONHA DE  ELEGER UM JÁDER
PELO ORGULHO DE AFASTAR BANDIDOS FANTASIADOS DE PARLAMENTAR.


NOMES QUE NÃO DEVEM SER VOTADOS

Adamor Aires (PL)

Alessandro Novelino (PSC)
Alexandre Von (PSDB)
Ana Cunha (PSDB)
Anaice (PMDB)
André Dias (PSDB)
Antonio Rocha (PMDB)
Arnaldo Jordy (PPS)

Asdrubal Bentes PMDB

Bel Mesquita PMDB
Bernadete (PT)
Beto PT

Bordalo (PT)
Bosco Gabriel (PSDB)

Cássio Andrade (PSB)

Cezar Colares (PSDB)
Chicão (PMDB)
Deley (PV)
Dr. Carlos Martins (PT)

Dr. Haroldo Martins (PFL)
Eduardo Costa (PTB)
Elcione Barbalho PMDB
Flexa Ribeiro PSDB
Gabriel Guerreiro (PV)
Gerson Peres PP
Giovanni Queiroz PDT
Gonçalves PSDB

Italo Mácola (PSDB)

JÁDER  BARABALHO    PMDB
João Salame (PPS)
Joaquim Passarinho (PTB)

Josefina (PFL)
José Nery PSOL Júnior Ferrari (PTB)

Junior Hage (PL)

Juvenil (PMDB)

Lira Maia PFL

Lúcio Vale PMDB

Luis Cunha (PDT)

Marcio Miranda (PFL)
Mário Couto PSDB Martinho Carmona (PDT)

Megale (PSDB)

Miriquinho Batista (PT)

Nilson Pinto PSDB

Parsifal (PMDB)

Paulo Rocha PT

Regina Barata (PT)

Roberto Santos (PRB)

Robgol (PTB)

Sefer (PFL)

Simone Morgado (PMDB)

Suleima Pegado (PSDB)

Tetê (PSDB)

Valdir Ganzer (PT)

Vic Pires Franco PFL

Wandenkolk (Vandinho)

Wladimir Costa PMDB

Zé Geraldo PT

Zé Neto (PP)

Zenaldo Coutinho PSDB

Zequinha Marinho PSC


PARLAMENTARES COM FICHA SUJA
- nem todos os sujos têm a ficha oficialmente suja -

Asdrúbal Bentes (PMDB-PA)
Ação Penal 481 – estelionato, captação ilícita de votos e formação de quadrilha ou bando. É resultado do Inquérito 2197, que em março de 2005, foi instaurado para apurar a troca de votos por laqueaduras de trompas – Redistribuído em 15/09/2009


Flexa Ribeiro (PSDB-PA)
Inquérito 2266 – sem assunto especificado. Corre em segredo de justiça


Jader Barbalho (PMDB-PA)
Ação Penal 336 – emprego irregular de verbas ou rendas públicas
Ação Penal 339 – crimes contra o sistema financeiro nacional
Ação Penal 397 – estelionato, formação de quadrilha, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro
Ação Penal 498 – peculato
Ação Penal 398 – peculato. Corre em segredo de Justiça
Ação Penal 374 – emprego irregular de verbas ou rendas públicas
Inquérito 2051 – crimes praticados por funcionários públicos contra a administração em geral. Corre em segredo de Justiça.
Inquérito 2760 – formação de quadrilha, crime contra o sistema financeiro nacional, lavagem de dinheiro. Corre em segredo de Justiça.
Inquérito 1332 – crime contra a administração pública


Lira Maia (DEM-PA)
Ação Penal 484 – crime de responsabilidade durante gestão em prefeitura. Inquérito 2578 – crime de responsabilidade, durante mandato como prefeito
Ação Penal 517 – crime de responsabilidade, durante mandato de prefeito
Ação Penal 518 – crime de responsabilidade, durante mandato de prefeito
Inquérito 2742 – crime de responsabilidade, durante mandato como prefeito.


Mário Couto (PSDB-PA)
Ação Penal 440 – crime eleitoral/ Desobediência às determinações da Justiça Eleitoral
Inquérito 2539 – desobediência às determinações da Justiça Eleitoral


Paulo Rocha (PT-PA)
Ação Penal 470 (mensalão) – por formação de quadrilha ou bando, crimes contra a administração pública em geral, crime de lavagem ou ocultação de bens, direitos ou valores


Wladimir Costa (PMDB-PA)
Ação Penal 415 – crimes de imprensa/ crimes contra a honra
Ação penal 474 – crimes de imprensa/ crimes contra a honra
Inquérito 2312 – não tem a natureza informada e corre em sigilo.







2 comentários:

rleite disse...

Jurema, o exelentíssimo senhor Jader Barbalho que em 1974, quando iniciou sua carreira política tinha um patrimônio de um veiculo VW ano 1972. Morava de aluguel. 32 anos mais tarde declarou seu patrimônio para a justiça eleitoral em quatro bilhões de reais.
Isto significa uma poupança diária de 340.000,00 reais por dia. Quemj achar exagerado é só fazer as contas 32 anos são 11.680 dias. É só dividir 4.000.000.000,00 pr estes dias. Será que os eleitores dele fizeram esta conta?
temos que acabar com esta corja de safados.
Um grtande abraço
Roberto Leite

Jurema Cappelletti disse...

Roberto, nada melhor do que essa contabilidade patrimonial feita por você. Não existe argumento algum capaz de desmentir o óbvio.

Obrigada pelo comentário numérico, adorável mesmo para quem não gosta de matemática!

Um abração, Ju